sexta-feira, 22 de abril de 2011

DESIDRATAÇÃO EM IDOSOS



A desidratação é causada pelo baixo nível de líquido no corpo, isto é, quando há excesso de calor (sem reposição suficiente da água eliminada pelo corpo), diminuição do consumo de água, febre (sudorese), diarréia, vômitos, e pelo uso de medicamentos diuréticos,  mas é fácil prevenir e  tratar se diagnosticada logo. Ela faz muitas vítimas entre os idosos pois os mesmos tem pouca capacidade de reter líquido e também por sentirem pouca sede.
Os idosos têm uma necessidade de ingestão de líquidos semelhante à dos jovens adultos. Todavia, existem várias mudanças fisiológicas na sequência do processo de envelhecimento que podem afetar o equilíbrio hídrico nesta população, colocando os idosos em risco de desidratação.
Oferecer líquidos aos idosos  é de extrema importância. Não se deve esquecer que eles colaboram para o equilíbrio de todos os sistemas orgânicos. Deve-se oferecer uma quantidade de líquidos equivalente a 2 litros por dia, na forma de água, chás, sucos, vitaminas etc.
Devemos nos assegurar que a quantidade de líquidos ingerida seja mais ou menos igual às perdas (urina, suor, lágrimas, saliva). Oferecer pequenas quantidades de líquidos  várias vezes ao dia é melhor aceito pelos idosos..
Quando os idosos são dependentes, o papel do cuidador e dos profissionais de saúde na manutenção de um adequado balanço hídrico é de fundamental importância.
Os sintomas da desidratação são os seguintes:
• Pele seca e inflexível
• Olhos fundos
• Boca seca
• Pouca urina e/ou urina amarelo escura
• Coração acelerado (taquicardia)
• Irritabilidade
As medidas preventivas são simples: beber e oferecer água várias vezes ao dia aos idosos; vestir roupas leves e freqüentar ambientes bem ventilados no verão. Para evitar a diarréia, lavar sempre as mãos antes de preparar alimentos; lavar frutas e verduras em água tratada e corrente; manter os alimentos na geladeira, e prestar atenção aos prazos de validade dos mesmos.
O soro caseiro só é recomendado em caso de emergência. O Ministério da Saúde distribui um preparo pronto, para evitar doses erradas, mas se não houver alternativa e tiver que fazer o soro caseiro, aí vai a receita:  use um copo cheio de água limpa, uma medida rasa da colher (a menor) de sal e duas rasas (a maior) de açúcar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...